terça-feira, 11 de julho de 2017

TROVAS - INFÂNCIA









Infância - tempo perdido
Um grão na areia do tempo
Um breve sonho trazido
À tona do pensamento.


Uma boneca deixada
De lado, qual esquecida
A lembrança assinalada
Do quanto passa essa vida.


Um riso ficou no ar
Ecoando, por um tempo
Até morrer, devagar
No amadurecimento.


Ser criança não demora
Fase curta dessa vida...
Deixei brinquedos lá fora
Ao seguir minha avenida.






6 comentários:

  1. Infância é algo sempre ou quase sempre memorável. Somos felizes por isto não é?

    Beijão

    ResponderExcluir
  2. Bom dia, Ana.
    A infância é uma fase decisiva na vida adulta, além de passar muito rapidamente, é preciso que não haja insegurança, traumas porque serão levados para a vida adulta e teremos que vencê-los.
    Bendita as crianças que foram felizes.
    Linda trova.
    Tenha uma excelente semana.
    Beijos na alma.

    ResponderExcluir
  3. Oi Ana!
    Que lindo texto.
    Puxa, como a infância é mesmo uma época boa da nossa vida né?
    Pena que ficou pra trás.

    Um beijão!

    ResponderExcluir
  4. Quando somos pequenos queremos crescer, qdo crescemos queremos voltar no tempo.

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  5. Bonito poema! Coisa boa é lembrar de uma infância saudável...
    Somos reflexos dos nossos tempos passados com "bonecas, bolas, cachorrinhos e carinhos"...

    Bj

    ResponderExcluir
  6. Mas que esta criança nunca lhe abandone, pois ela que nos alivia os trancos dos adultos por esta longa caminhada.
    Bonito Ana.
    Bjs de paz amiga.

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua presença! Por favor, gostaria de ver seu comentário.

AMANHECEU

Amanheceu novamente Sobre as igrejas e telhados dos que ainda dormem E dos que jamais despertarão. Amanheceu sobre as p...