sexta-feira, 11 de maio de 2012

Sinto-me Feliz Porque...



Sinto - me feliz porque
Apesar de não ter tudo
Que até hoje, almejei ter,
Eu amo tudo o que consegui,
E tudo o que me foi legado.

Sinto-me feliz porque
A minha casa me suporta,
Com todo o meu peso, meus limites,
Do lado de dentro da sua porta.

Sinto-me feliz, pois tenho livros,
Para ler, reler, pensar, aprender,

Posso, de vez em quando,
Fazer pequenos passeios
Por esse mundo afora
E algumas longas viagens
Por dentro de mim mesma...

Sou feliz, pois tenho ao meu lado
Alguém que, apesar de me conhecer,
Me ama!

Sou feliz a maior parte do tempo,
E quando não estou feliz,
Eu choro, do lado de dentro
Da minha casa,
E a minha dor escorre, purificada,
Pelas calhas dos poemas
Que eu escrevo.

4 comentários:

  1. Um belo poema amiga, talvez um desabafo, mas muito sincero. Parabéns por seu escrito, por ser feliz ao lado de quem ama. Creio que a vida seja isto mesmo, um meio de prosseguirmos, evoluirmos, e estando ao lado da pessoa certa, torna-se mais tranquila esta caminhada...

    ResponderExcluir
  2. E é tão bom quando a gente consegue falar das nossas dores, das nossas alegrias, assim em versos tão sinceros e belos. Muito lindo Ana. Bjs

    ResponderExcluir
  3. Encantador poema, transmitido com muito sentimento, tenha um lindo dia!

    ResponderExcluir
  4. Que lindo Ana, tão bom partilhar com você essa felicidade, a sua escrita, a sua transparência. Escrever é para mim a melhor terapeuta que existe. Beijos querida. Boa tarde.

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua presença! Por favor, gostaria de ver seu comentário.

Exageros

    Assisti a um vídeo na internet no qual uma drag queen montada dava palestras em uma escola para crianças que, aparentemente, t...