quarta-feira, 9 de maio de 2012

Recanto



Uma casinha no meio do nada,
No meio do mato,
Entre flores e regatos,

Gotas de orvalho no telhado,
Pegadas de gnomos no jardim...
Quem não queria, meu Deus, quem não queria
Viver assim?

Um passarinho na janela,
Vidro embaçado pelo frio...
Flores espalhadas
Na curva do rio.

Quem não queria, meu Deus, quem não queria
Viver assim?



fotos: Hotel Büller, Visconde de Mauá

Um comentário:

Obrigada pela sua presença! Por favor, gostaria de ver seu comentário.

REFLEXÃO

Já muito andei sem enxergar, sem ver, O que me fez e me desfez, a fome... "Ana" é o nome que alguém me deu, M...