sábado, 5 de maio de 2012

COMO FAZER AMIGOS E INFLUENCIAR PESSOAS



É muito fácil estar rodeada de pessoas que te adoram; simplesmente faça tudo o que elas fizerem, concorde com tudo o que elas disserem e renuncie a todas as suas opiniões, passando a concordar sempre com elas. De preferência, encontre algum ego inflado e despótico ao torno do qual um seleto grupinho esteja orbitando. Seja um deles; ou, se você tiver competência, tente ser o centro do seu próprio grupinho!

Esteja disponível vinte e quatro horas por dia, seja lá para o que for. Jamais atreva-se a dizer "Não". Risque esta palavra do dicionário, aliás, nem pense em ter idéias próprias! Faça com que qualquer coisa que você disser, reflita sempre o pensamento da maioria; aliás, lembre-se de sempre saber o que pensa a maioria antes de começar a vir com essas idéias próprias absurdas!

Não seja polêmica! Você deve evitar  emitir idéias que levem outras pessoas a pensar e reavaliar seus conceitos. Isto é extremamente pernicioso, e você será imediatamente punida.

Sorria sempre, e seja solidária com todo e qualquer tipo de auto-piedade. Aliás, desenvolva a capacidade de ter pena de si mesmo, sempre. Chore, faça beicinho (ensaie em frente ao espelho), pose de vítima injustiçada sempre que houver platéia - e pode ter certeza, platéia não vai faltar! Ofenda-se com qualquer coisa que te disserem, e ao invés de responder à altura, chore, chore muito, e diga a todos o quanto você foi agredido.

Esteja sempre 'de olho' no que os outros dizem, pois a qualquer momento, eles poderão estar falando de você!  Mas nunca responda: apenas chore e vitimize-se.

Esqueça-se que você é uma pessoa que tem suas próprias idéias, vontades e opiniões. Seja boazinha, elogie sempre, não julgue nunca, e ignore a sordidez que vigora a seu redor, pois a partir de hoje, você fará parte dela!

Última lição: aprenda a culpar os outros por tudo o que está errado em sua vida. Culpe o chefe, a vizinha, o ex-marido, a mãe, o pai. Não se responsabilize por suas escolhas, afinal, você não escolhe mais; os outros farão isso por você! Não é maravilhoso?

Quando tiver de encaixar-se em algum lugar, procure sempre o pior, e depois, culpe os outros pela incoerência deles!

Parabéns! Você agora está perfeitamente apta a fazer muitos amigos sinceros, que estarão sempre preocupados com o seu bem! A partir de hoje, você terá o respeito da maioria absoluta.

Ou você pode fazer outro tipo de escolha...

3 comentários:

  1. entaõ ... conheço alguns exatamente assim ... e sempre culpam os outros , jamais se policiam , jamais assumem seus próprios atos..... quero distancia de tais...... muito bom texto . ! boa tarde menina . ! olguinha

    ResponderExcluir
  2. Não concordo. As pessoas sentem necessidade de amar e serem amadas, respeitar e serem respeitadas, isso não quer dizer que sejam desalmadas. Desacreditar das pessoas em geral, não é uma boa escolha. Enxergar apenas os defeitos é um grande grave erro. Todos nós temos qualidades e defeitos, aliás não existiria um sem o outro. Um abraço

    ResponderExcluir
  3. Ana e para perder amigos, basta ser verdadeiro e transparente, pronto, vão-se sem delongas. Discorde para ver, seja indelicada se preciso for para chacoalhar, não passe a mão na cabeça, mesmo diante dos mais execráveis erros, e está tudo acabado. A peneira tem furinhos mínimos para os amigos verdadeiros, e buracos imensos para os falsos.

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua presença! Por favor, gostaria de ver seu comentário.

É QUE ÀS VEZES, O ADEUS PESA...

Não, não pude olhar para trás,  Atravessar aquela rua, Ir ao pé da tua janela E me despedir. Não, eu  não pude hes...