terça-feira, 15 de maio de 2012

A ALMA DA FLOR



Uma fada me levou
Por dentro da alma da flor,
Lá, onde dormem os roxos,
Brancos e lindos lilases,
Onde o cerne do perfume
É tão puro e tão suave,
Que nem me atrevo a sentir...

Minha lente captou
A intimidade da flor,
A que não podemos ver
Facilmente à olho nú...
O encanto que ficou
Retratou-se em uma imagem
Que nem sempre se percebe...

3 comentários:

  1. amo muito as flores , justamente por ve-las assim desse angulo q vc descreveu com sapiencia. amei !!! olguinha

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua presença! Por favor, gostaria de ver seu comentário.

Conformismo

“Não É bem o que eu imaginava, ou o que me prometeram, mas está bom.” Quantas e quantas vezes nos pegamos pronunciando ...